Massagem para Idosos

É uma forma de massagem indicada para atender às necessidades específicas da terceira idade. É de grande suporte no processo geriátrico. Envolve o uso das mãos para manipular com extremo cuidado e gentiliza os tecidos moles do corpo para melhorar a circulação sanguínea, aliviar a dor e aumentar a amplitude de movimento.

Movimentos ativos ou passivos das articulações também fazem parte da massagem geriátrica.

Devido a idade, idosos têm má circulação sanguínea e atividade física limitada. Muitos deles também estão ansiosos, deprimidos e solitários.


Massagem em idosos pode ajudá-los a manter e melhorar sua saúde geral, bem como recuperar certas funções físicas que foram reduzidas ou perdidas devido ao envelhecimento.
Além disso, pode aliviar a ansiedade e a depressão e proporcionar conforto a pacientes idosos com privação de toque.

 

A massagem geriátrica oferece os seguintes benefícios:

-Aumento da circulação sanguínea, evitando assim tais complicações de diabetes como úlceras de perna ou gangrena.
-Melhoria no fluxo linfático, o que aumenta a excreção de substâncias tóxicas do corpo.
-Alívio da dor de cabeça e dor.
-Aceleração da cura de ferimentos e doenças.
-Restauração parcial da mobilidade perdida devido à doença de Parkinson ou artrite.
-Relaxamento mental e físico.
-Melhoria na duração e qualidade do sono.
-Alívio do estresse, ansiedade, depressão e solidão.
-Melhoria da qualidade de vida e auto-estima do paciente.

Descrição
Massagem para Idosos usa as mesmas técnicas básicas de massagem como massagem geral.
É, no entanto, adaptado às condições específicas de saúde e necessidades da população idosa.

 

Massagem para Idosos tem as seguintes características:

Sessões mais curtas e mais frequentes. Uma sessão de massagem geriátrica geralmente não dura mais do que 30 minutos, uma vez que uma sessão mais longa pode ser cansativa para uma pessoa idosa. O ideal é praticar duas ou três vezes por semana.

Uso de movimentos suaves das mãos. Esses movimentos são confortáveis ​​e calmantes para o corpo. Eles são projetados para melhorar a circulação sanguínea e a função cardíaca, prevenir complicações diabéticas, aliviar a tensão muscular e relaxar o corpo e a mente.

Movimento passivo e alongamento suave dos ombros, pernas e pés para melhorar a mobilidade e a flexibilidade das articulações.

Massagem suave das mãos e dos pés (se as articulações não estiverem inflamadas) para evitar a rigidez e aliviar a dor.

Uso ocasional de movimentos mais fortes, como fricção e pressão. Estes são por vezes utilizados para massagear áreas como os ombros para melhorar a flexibilidade.

 

Precauções:

Massagem para Idosos não deve ser usado como um substituto para programas de exercícios ou tratamento médico,  como fisioterapia, ginástica, acupuntura e etc…

 

Além disso, a massagem não deve ser administrada a pacientes idosos nas seguintes condições:

-ossos quebrados ou áreas do corpo que estão inflamadas, inchadas ou machucadas
-feridas abertas ou não curadas
-varizes
-cirurgia recente
-dor aguda severa
-certas condições cardíacas
-certos tipos de câncer
-uma história de coágulos sanguíneos (os coágulos sanguíneos podem desalojar-se e viajar para os pulmões como resultado da massagem).
-tratamento medicamentoso com anticoagulantes (esses medicamentos aumentam o risco de sangramento sob a pele).

Massoterapeuta: Alex Sartorel   (link)